"Pequena história destinada a explicar como é precária a estabilidade dentro da qual acreditamos existir, ou seja, que as leis poderiam ceder terreno às exceções, acasos ou improbabilidades, e aí é que eu quero ver" (Julio Cortázar)


segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Poética

Madeleine Alves

O poema me inunda
Sobremaneira
- poemeira.

O verso corta caminho
Sobretudo
- poetudo.

A rima rema certeira
Sobre a beira
- poebeira.

A escansão vira canção,
corre o mundo.

- poemundo.

Um comentário:

Ailda Moreira Dos Santos disse...

Refrigério!!!! Lindo, amei. Parabéns.