"Pequena história destinada a explicar como é precária a estabilidade dentro da qual acreditamos existir, ou seja, que as leis poderiam ceder terreno às exceções, acasos ou improbabilidades, e aí é que eu quero ver" (Julio Cortázar)


terça-feira, 28 de março de 2017

No tanto do instante

Madeleine Alves

Nos entrelaços pixalados da tela
Eu te vejo
E tu me vês.
Posto que antes nos olhamos -
Mas não nos vimos -
Espero o enlace alado
E marejado na vida-tela
Quando eu te veja
E tu me vejas
Mais uma vez.

Nenhum comentário: